KOLEJKA – ANÁLISE

Informações Básicas

Nº de jogadores: 2 – 5 jogadores

Idade: 12+

Duração: 60 min

Ano de lançamento: 2011

Criador: Karol Madaj

Arte: Natalia Baranowska, Marta Malesinska e Marta Przyby

Tema: Comunismo e Filas

Mecânicas: Administração de Cartas, Alocação de Trabalhadores, Memória e Colecionar Componentes

Página no BGG: https://boardgamegeek.com/boardgame/85325/kolejka

Página na Ludopedia: http://www.ludopedia.com.br/jogo/kolejka

 

Filas, filas e mais filas!

Bem vindos a Polônia dos anos 80. Bem vindo ao comunismo soviético…

Meu primeiro contato com o jogo Kolejka (ou Queue em Inglês) foi no primeiro BGSP em maio de 2015, e foi paixão à primeira vista! Procurei o jogo em diversas lojas e finalmente consegui minha copia, direto da Polônia, em novembro de 2015. \o/

Para mim, a experiência de jogar Kolejka, que significa “fila” em polonês, já começa com a caixa que simula um embrulho em papel pardo, totalmente dentro da temática do jogo.

k00

O efeito 3D do barbante na caixa consegue enganar um observador menos atento.

Mas estou me adiantando… Voltamos ao princípio. O que é o jogo Kolejka?

Desenvolvido pelo designer Karol Madaj (sim, ele é homem) para o Poland’s Institute of National Remembrance (IPN), Kolejka é um “family game” educacional que retrata um pouco do cotidiano dos poloneses no final do comunismo, mas especificamente no que se refere à obtenção de bens de sobrevivência, e alguns supérfulos.

Para que se entenda um pouco melhor como era o período, veja o que Mateusz Machaj, fundador do Instituto Ludwing von Mises escreveu:

“O padrão de vida geral da população era desolador, assim como nos outros países sob a esfera sovética.  A combinação entre escassez geral de produtos e métodos de distribuição totalmente ineficientes fazia com que o simples ato de ir às compras em busca de produtos básicos fosse uma experiência agonizante — mesmo quando havia produtos nas prateleiras“.

E mais:

“Longas filas se formavam quando produtos essenciais — como papel higiênico, xampu, lâmpadas, chá, café, utensílios domésticos, queijo, guardanapos, sapatos e roupas íntimas — apareciam nas lojas.  O simples ato de fazer compras era um exercício diário que envolvia perambular pela cidade à procura de alguma loja que tivesse estoques e, caso a procura fosse bem-sucedida, entrar em uma longa fila de espera”.

E é exatamente isso que o jogo simula. Em Kolejka os jogadores deverão usar os meeples que representam os membros de sua família para alocá-los em filas, buscando diversas mercadorias para cumprir sua lista de compras antes que seus oponentes.

Mas, assim como na vida real daquela época, conseguir seus produtos não será uma tarefa tão fácil no jogo…

 

Componentes

A beleza do jogo já começa no manual. São mais de 50 páginas, sendo que as 30 primeiras englobam as regras, com diversas ilustrações, exemplos e dúvidas frequentes e as outras 20 e tantas páginas estão destinadas a contextualização do período histórico. Uma aula!

k4

O mais bonito manual de jogos de tabuleiro que eu já vi! As fotos são de pessoas reais que viverão durante o comunismo polonês.

O jogo conta com dois tabuleiros, sendo o maior que representa o bairro com as lojas que as familias dos jogadores irão visitar e o mercado de trocas (bazar). O tabuleiro menor representa os caminhões que irão realizar as entregas dos cinco diferentes tipos de produtos que serão disponibilizados durante a partida.

k1

A esquerda o tabuleiro com os caminhões de entrega e a direita o tabuleiro do bairro com as lojas e o mercado de trocas (bazar). No detalhe, o verso do tabuleiro com a arte simulando uma mancha de copo de café. Achei demais! hehehehe

Os meeples são de madeira, muito bem recortados e pintados. Eles estão presente em 7 cores, sendo as cores de cada um dos possíveis cinco jogadores, os meeples pretos que representam os especuladores do mercado e o meeple beje que marca o dia da semana no mercado de troca.

k11

Acima os representantes das famílias e abaixo o especulador e o marcador de dias da semana.

Cada jogador conta com um baralho próprio com 10 cartas, chamado de baralho de fila. Existem ainda as cartas de lista de compra, de entrega e de produtos.

A arte do jogo é totalmente caricata, acredito eu que, para dar uma amenizada no tema forte do jogo, mas combina muito com a jogabilidade que irei falar um pouco mais para frente. As fotos nas cartas do baralho de produtos, são fotos de produtos reais da época.

k5

De cima para baixo: cartas do baralho de filas, cartas de lista de compras, cartas de produtos e cartas de entrega. Os números nas cartas de entregas representam quantas mercadorias daquele tipo será entregue na sua respectiva loja nesse dia.

 

O Jogo

O objetivo em Kolejka é ser o primeiro jogador a completar a lista de compras da sua família.

Para alcançar esse objetivo, os jogadores passam por diversas rodadas, sendo que cada rodada é representada por um dia da semana, de segunda a sexta-feira.

k7

Simulação da primeira rodada de jogo. As famílias já estão alocadas nas filas escolhidas, as cartas de entrega de produto já foram reveledas, os produtos movidos dos caminhões para as lojas e a primeira rodada de “pulo”de filas já começou.

Em cada dia da semana, são jogadas 6 fases. São elas:

  • Entrar na fila: Começando pelo jogador que tem o marcador de “first player”, cada jogador seleciona alternadamente um dos meeples da sua família e o aloca em uma fila a sua escolha. Após ter alocado todos os seus familiares, os jogadores ainda podem mover um dos seus meeples de uma fila qualquer para o final de uma outra fila. Na primeira rodada do jogo, aloque os meeples pretos dos especuladores de mercado no final de cada fila. Sempre que um especulador comprar um produto volte ele para o final da sua própria fila.
  • Entrega de mercadoria: Em uma partida para 5 jogadores, revele 3 cartas do baralho de entregas e transfira a quantidade de produtos mostrada em cada carta de entrega do caminhão para a sua respectiva loja. Cada tipo de mercadoria tem 3 cartas de entrega sendo elas de 1,2 e 3 produtos. A quantidade de cartas reveladas vária de acordo com o numero de jogadores, mas vamos nos ater a partida com 5.
  • “Pulo” das Filas: Aqui está o coração do jogo. No inicio da partida cada jogador terá seu baralho de cartas de fila com 10 cartas (todos os baralhos dos jogadores são iguais). No começo de cada rodada, os jogadores irão comprar cartas até ficar com o máximo 3 cartas na mão. Começando com o jogador que possui o “first player”, cada jogador seleciona uma das suas cartas, joga e resolve seu efeito. Em seguida o próximo jogador pode fazer o mesmo e assim consecutivamente. Serão jogadas três rodadas com os jogadores tendo a oportunidade de jogar até 3 cartas cada. Mas cuidado, como a semana tem 5 rodadas e você tem apenas 10 cartas no seu baralho, se em toda rodada você jogar suas 3 cartas, na quinta-feira terá apenas uma carta para jogar e nenhuma na sexta! As cartas são usadas para manipular a fila e ai que está a graça do jogo. Existem cartas para furar o primeiro lugar da fila “pegando emprestado o bebê de uma amiga”, outras para mudar o local da entrega de um produto ou mesmo uma petição para inverter a ordem da fila inteira!!!
k6

Detalhe das cartas do baralho de filas. Acima as cartas originais em polonês e abaixo em sleeves o impresso das cartas traduzidas em português que você pode encontrar na página do jogo no site da BGG.

  • Abrindo as Lojas: Após todos terem jogado suas cartas, as lojas são abertas e os primeiros meeples de cada fila compram os produtos e voltam para suas casas. Se o produto for adquirido pelo especulador, esse produto vai para o mercado de trocas.
k10

Aqui, o meeple azul, o marrom e o amarelo irão cada um comprar um móvel e voltar para suas casas. O especulador será o primeiro da fila de móveis na próxima rodada.

  • Trocas de mercadoria: Após todos terem comprados seus produtos, o mercado de trocas é aberto. Aqui, o primeiro da fila do mercado pode optar por trocar uma de suas mercadorias por uma mercadoria onde está o marcador da semana, ou duas de suas mercadorias por qualquer outra mercadoria do mercado. Caso ele não queira comprar, ele ainda continua em primeiro lugar na fila, mas dá o direito de compra para o próximo da fila. Ao longo do jogo, é possivel que o especulador compre muitas mercadorias para o mercado ou não, sendo que o mercado acaba ficando bem variado de uma partida para outra. Importante, não é permitido jogar cartas de fila para manipular a fila do mercado de trocas e também não existe um especulador na fila do mercado, obiviamente.
  • Tempo de fechamento: Por fim, no fechamento, as cartas de entrega são colocadas no lixo, limpam-se as cartas de fila que tenha ficado no tabuleiro por algum motivo, como por exemplo as cartas que fecham as lojas, e elas são colocadas na pilha de descarte, move-se o marcador do mercado de troca, compram-se cartas de fila até um máximo de 3 e passa-se o marcador de “first player”.

Ao final da sexta-feira, e com isso o final da semana, é jogada uma rodada de sábado.

  • Sábado: Pegue todas as cartas de entrega do lixo, rembaralhe e as coloque novamente no centro do tabuleiro. Os jogadores recuperam suas cartas de fila jogadas, as reembaralham e formam novamente seus baralhos de filas. Cada jogador compra 3 cartas.

Ao final de uma rodada (dia), se um jogador tiver completado sua lista de compras, ele é o vencedor. Em caso de empate, o jogador com maior quantidade de produtos vence o desempate.

 

Consideracões Gerais

Apesar do tema pesado, Kolejka foi desenvolvido para ser um jogo para a família, com grande grau de interação entre os jogadores.

As cartas dos baralhos de filas manipulam constantemente o jogo e derrubam sem dó estratégias previamente traçadas, podendo até ser consideradas por alguns jogadores como um “Take that!”.

A memória é importante para você saber qual carta cada um dos seus oponentes já jogou, e consequentemente quais ele ainda pode jogar, assim como também monitorar quais cartas de entrega de produtos já sairam.

Como vocês podem ter notado ao logo do texto, eu sou extramamente suspeito de falar sobre esse jogo que eu gosto tanto. Tanto a temática, quanto a diversão e risadas proporcinadas pela interação fazem do Kolejka um dos meus “family games” favorito e recomendo de olhos fechados.

Em tempo, recentemente a Rússia solicitou a Polônia que o jogo fosse retirado das prateleiras, alegando que o jogo retrata o comunismo soviético sobre uma ótica ruim (Veja mais aqui: http://www.thenews.pl/1/10/Artykul/245065,Russia-wants-Polish-board-game-recalled).

Então se você tiver interesse no jogo, é melhor correr. Nunca se sabe se a Russia vai conseguir ou não retirar esse jogo das lojas!

k8

Fila para os boardgames hype! hehehe

Prós:

– Temática educacional e original.

– Manual bem escrito e lindo.

– Alta interação e diversão.

– Fácil aprendizado.

Neutro:

– Sorte na compra das cartas de entrega de produtos podem incomodar alguns jogadores.

– Interação alta pode frustrar alguns jogadores que tem suas estratégias quebradas.

Contra:

– Melhor experiência com 5 jogadores. Com menos jogadores a experiência não fica tão divertida.

 ps. a dica da matéria sobre a solicitação da Rússia sobre o recolhimento dos Kolejkas foi do Mateus Anjos, eu amigo boardgamer a quem eu estou devendo uma partida desse jogo. rsrs

Review Por: Kalagar

kalagar

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s